Excesso

29/04/2009

E se um acidente metabólico fez com que em um determinado momento da eternidade esses animais fossem carregados com mais energia do que a necessária para comer, digerir, evacuar, copular, reproduzir …

Que outro animal come além da conta? Que outro animal, com exceção dos “humanizados”, engorda?

Mais uma vez penso na linguagem como jogo, que jogamos com esse excesso de energia.

Maneiras de dissipação desse calor: o gozo inumano e miserável de uma tentativa de retorno à animalidade bruta nas diversas compulsões;  a brincadeira enfadonha do sintoma; o jogo do desejo.

Anúncios

Uma resposta to “Excesso”

  1. Rafael Says:

    Stelio começa a falar escatologicamente de novo…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: